Ribamar [EP]

by Môno!

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      €3 EUR  or more

     

  • Compact Disc (CD) + Digital Album

    [FSE0006]

    Includes unlimited streaming of Ribamar [EP] via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 5 days
    edition of 100 

      €5 EUR or more 

     

1.
03:36
2.
05:47
3.
4.
03:28
5.
6.
04:10

about

Os Môno! agradecem às famílias, pela disponibilidade e por terem aturado todo o processo. Aos amigos pela espera e incentivo.
Ao Alexandre Moita por todo o companheirismo, pela alegria e pela ajuda, sempre que foi necessária.
Ao Gonçalo Formiga pela gentileza e colaboração, na reta final.
Obrigado à French Sisters Experience pelo sangue e pelo auxilio, em especial ao Miguel Gomes pelo ouvido crítico e por toda a dedicação.

credits

released March 17, 2017

Bernardo Ramos: guitarra elétrica, guitarra acústica, percussões e coros.
Duarte Martins: bateria, percussões, coros, piano e restantes teclados.
Pedro Almeida: guitarra elétrica, voz e coros.
Tomás Pires: baixo elétrico e coros.

Gravado e produzido pelos Môno! em Ribamar e Paço de Arcos.
Misturado pelo Bernardo Ramos.
Masterizado pelo Gonçalo Formiga.

Ilustração de Katsushika Hokusai.
Design de Miguel Gomes.

Um lançamento French Sisters Experience [FSE006].

tags

license

all rights reserved

about

Môno! Portugal

Os Môno! são uma banda dos arredores da capital portuguesa.
- Môno! [EP]
- Espacial [Single]
- Ribamar [EP]

contact / help

Contact Môno!

Streaming and
Download help

Track Name: Espacial
Lanço o meu foguetão
Para escapar daqui
Tentam me parar
A atmosfera, a gravidade, as leis desta cidade
Querem que eu fique no chão

Mas o espaço chama por mim
Esse desconhecido sem fim
Em que até me perco de mim

Vou qual bala de canhão
Para fora daqui
Passo até Plutão
Pareço a Voyager a sair do Sistema Solar
Nunca me irão encontrar

Eu só quero continuar assim
Nesse desconhecido sem fim
Em que até me perco de mim

Nesse espaço sem fim
Até me perco de mim
Track Name: Ribamar
Como quem não quer voltar atrás
Rifo ao calhas para ver o que o futuro me traz

A lotaria sempre dá para enganar
É só comprar um bilhete para me salvar

Olho o resultado, azar perdi
Bilhete falhado, queimei ali

A pergunta teima em não sumir
Queres bazar ou continuar aí a dormir

Faço de conta que não sei responder
Tanto tempo quieto já nem me sei mexer

Minto a mim mesmo, hei de acertar
Olho o abismo, não quero saltar

Está na hora de enfim lançar
Acabou a demora eis Ribamar
Track Name: Vinho Para Lembrar
Traz-me vinho para lembrar
A letra de uma canção
Que os possa enganar
E assim acreditarão
No mistério do lugar
Que reflecte a constelação
De Hércules a decapitar
O corpo morto do dragão
Que não queria iniciar
A esperada combustão

Acendo a fogueira
Chego-me à sua beira
As chamas a bailar
Vão aquecendo o ar

E a mim também
Espero pelo que aí vem
Não sei se irei querer
O que a montanha tem
Para tentar me oferecer
Recusarei ou porém
Serei forçado a ceder
Obrigado por alguém
Que nunca quis saber
Se chegarei aos cem

Valerá a pena
Apreciar a brisa amena
Ou para quê imaginar
O que nunca irá calhar
Track Name: Maratona
Vamos a correr
Em Lisboa a correr
Só quero entrar
Para dentro desse mar

Dizem que sou tão novo
Mas queria destacar-me no meio deste povo
Andar por aí de peito cheio
E finalmente ser o primeiro

Será que estou a definhar
E algo me está a afectar
Vou perdendo a lucidez
Mas amanhã ando aí outra vez

Quis dedicar a vida a São Roque
Mas nem tenho jeito para ter essa sorte
Mais vale nem sequer pensar nisso
E a este destino para sempre ser submisso
Track Name: Ainda Nem Sei Bem
Se eu nunca vir o mar
Vou tentar não adormecer
Pois não quero virar
Aquilo que nunca quis ser

Mas ainda nem sei bem
Se sequer irei crescer
Pois o que é que tem
Se por vezes não quero saber

Se eu fugir, irei apontar
A conseguir não me importar

Faço contas de cabeça
Quanto tempo irá passar
Sem que amadureça
Já chega de preguiçar

Mas ainda nem sei bem
Se sequer irei crescer
Pois o que é que tem
Se por vezes não quero saber

Se não conseguir, irei cagar
Nesta coisa de a ser alguém chegar
Track Name: Caveira
Puderei um dia escrever
Uma canção com fio
Condutor sem me perder
Algo que demonstre brio

Será que esta caveira
Irá conseguir
Música de alta craveira
Ou irá ruir/me engolir/me destruir